Nota de esclarecimento

 

A APAE de Mongaguá, instituição sólida baseada no atendimento gratuito aos seus atendidos, que se presta a acolher os deficientes intelectuais da cidade de Mongaguá há quase duas décadas, irretocavelmente, se vê novamente envolta em rumores equivocados de que apenas possui o condão de denegrir, distorcer e tripudiar, propagados através das mídias sociais.

Vimos, desta forma, trazer luz ao debate que se instalou de forma proditória à lisura institucional que nos norteia, apresentar cópia do plano de trabalho que define categoricamente compromissos e deveres firmados quanto ao transporte escolar da Escola de Educação Especial “Nelson Alves de Janeiro”.

Informamos que não fomos, até o momento, concitados por nenhum órgão com o propósito de dirimir a questão.

Outrossim, a APAE de Mongaguá vem agradecer a todos que estão se solidarizando neste momento estarrecedor, se predispondo junto à instituição sem medir esforços a auxiliar na solução benéfica e pacífica para que os atendidos possam exercer seu direito à inclusão social, participando e convivendo conjuntamente com outros alunos do ensino regular sem sofrer nenhuma forma de apartamento discriminatório.